Arquivo da tag: cultura

Aos que fazem acontecer as lives nossas de cada dia

“Um outro mundo é possível, o ser humano ainda tem a capacidade de armar a grande rede do bem “

Alguns dos nossos trabalhos

A capacidade de se reinventar foi aflorada no ano de 2020. Ocupar as redes sociais com movimentos culturais, será o legado que os artistas, certamente, levarão pela a vida. Além deste legado, há outra herança que ficará para sempre – compreender que para um artista brilhar nos palcos e nas telas outro profissional extraordinário trabalhou e/ou trabalha muito, o produtor cultural é eles que fazem acontecer as lives nossas de cada dia, conheça mais sobre esta profissão.

É importante reconhecer, que sem o outro, somos muito pouco!

Para fazer justiça, é necessário ressaltar a importância das(os) produtores culturais para a sobrevivência da classe artística, especialmente em tempos tão desafiadores. É uma pena que para reconhecer seu valor precisou de uma pandemia que obrigou o mundo parar. Com tudo e apesar de tudo, o reconhecimento e o crescimento cultural, social e político para com estes profissionais é bastante expressivo. Sem estes, os artistas estariam vivendo dias difíceis .

A Grande rede do bem

Antes de mais nada, a pandemia obrigou o mundo a se reinventar e as Lives foram e são o sustentos para os trabalhadores da arte. Em suma, a adversidade evidenciou a importância dos produtores culturais e agregou valores imensuráveis às carreiras destes profissionais, bem como, despertou novos talentos nesta área. Alegria e esperança, sem dúvida, dois dos frutos desta grande rede, os shows virtuais são alento e entretenimento paras milhões de pessoas pelo o mundo.

De antemão, a nossa gratidão a estas e estes profissionais que tornaram, possíveis, alguns dos nossos trabalhos: Suellen Garcez – que ainda tem me ensinado ócios do ofício , Zé da Lua, Luana Oliveira e Telma Queiroz.

Por fim, chegamos a conclusão de que o que é bom e bem feito é resultado dos esforços de muitos. Desta forma, ao reconhecer que esta premissa é uma verdade absoluta… ao invés de apontar nossas diferenças, passamos a identificar nossas semelhanças, assim, estaremos caminhando para dias melhores. Portanto, fica como dica, a música: A grande rede do bem de Cacá Lopes. Ouçam, reflitam e compartilhe… junte-se a nós!

Tenda do Cordel no Arraial São Paulo – 2013

A Secretaria Municipal de Cultura e Rede Globo promovem no Vale do Anhangabaú-SP, O ARRAIAL SÃO PAULO.

O evento contará com dois palcos e vários Shows. Nomes como Zé Ramalho, Alceu Valença, Anastácia e diversos Trios de Forró Pé de Serra foram contratados.

A Literatura de Cordel e a gastronomia também foram contempladas.
Na TENDA DE CORDEL CHAPÉU DE PALHA – que estreou no Centenário de Gonzagão, ano passado, vai receber Artistas, poetas cordelistas integrantes  da CARAVANA DO CORDEL e da BODEGA DO BRASIL. Os convidados: João Gomes de Sá, Varneci Nascimento, Cacá Lopes, Costa Senna, Cleusa Santo, Moreira de Acopiara, Pedro Monteiro, Marco Haurelio, Luiz Wilson e Eufra Modesto. Repentistas convidados: Adão Fernandes e João Doto. Exposição, leituras, música e interpretação de cordéis, poemas e apresentações de cordel musicado com trava-língua e pitadas da obra de Luiz Gonzaga. | Dias 6 e 7, das 14h30 às 22h
FEIRA GASTRONÔMICA CHEFS NA RUA | Dias 6 e 7, das 14h30 às 22h (preços populares)
Shows no palco 1
QUATRO ASES DO FORRÓ: ANASTÁCIA, AMELINHA, DUANI E MILENA | Dia 6, 16h
ALCEU VALENÇA | Dia 6, 19hVer mais

 

MINISTÉRIO DA CULTURA VALORIZA A CULTURA POPULAR

Divulgado o Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel
Foi divulgado no último dia, 12 de novembro, o resultado do Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel – Edição 2010. A iniciativa do Ministério da Cultura homenageou, nesta primeira edição, Patativa do Assaré.

Entre os habilitados estão o poeta Arievaldo Viana, com sua biografia de Leandro Gomes de Barros, Aderaldo Luciano, com sua tese Cordel: Visão e Revisão, e inúmeros criadores do Cordel, como os já consagrados Klévisson Viana, Rouxinol do Rinaré, Varneci Nascimento, João Gomes de Sá, Janduhy Dantas, Mestre Azulão, Luiz Gonzaga de Lima, Moreira de Acopiara, Gonçalo Ferreira da Silva, Antônio Barreto e José Honório da Silva.

Em São Paulo, ainda foram selecionados os poetas Pedro Monteiro, Josué Gonçalves, Aldy Carvalho, Cleusa Santo, Costa Senna, Cacá Lopes, Sebastião Marinho, Otávio Maia, além de Gregório Nicoló, diretor da editora Luzeiro. Outro selecionado foi o jornalista Assis Ângelo, autor de um livro sobre o repentista Pedro Bandeira.

De minha autoria foi selecionado o clássico em cordel O Conde de Monte Cristo, inscrito pela editora Nova Alexandria, da qual sou coordenador editorial.

A alvíssara me chegou por meio do pesquisador paraibano José Paulo Ribeiro, também ele premiado num projeto que será extensão de suas atividades em prol do cordel em seu estado.

Nota: Para pesquisar no Diário Oficial da união, é só clicar no link http://portal.in.gov.br/in e inserir as palavras-chave “Mais Cultura”, Cordel” ou “Patativa do Assaré”.

Do total de habilitados, 617, serão selecionadas 200 iniciativas.
Mais:

http://www.cultura.gov.br/site/2010/11/12/minc-divulga-habilitados-do-premio-mais-cultura-de-literatura-de-cordel/