Aos que fazem acontecer as lives nossas de cada dia

“Um outro mundo é possível, o ser humano ainda tem a capacidade de armar a grande rede do bem “

Alguns dos nossos trabalhos

A capacidade de se reinventar foi aflorada no ano de 2020. Ocupar as redes sociais com movimentos culturais, será o legado que os artistas, certamente, levarão pela a vida. Além deste legado, há outra herança que ficará para sempre – compreender que para um artista brilhar nos palcos e nas telas outro profissional extraordinário trabalhou e/ou trabalha muito, o produtor cultural, conheça mais sobre esta profissão.

É importante reconhecer, que sem o outro, somos muito pouco!

Para fazer justiça, é necessário ressaltar a importância das(os) produtores culturais para a sobrevivência da classe artística, especialmente em tempos tão desafiadores. É uma pena que para reconhecer seu valor precisou de uma pandemia que obrigou o mundo parar. Com tudo e apesar de tudo, o reconhecimento e o crescimento cultural, social e político para com estes profissionais é bastante expressivo. Sem estes, os artistas estariam vivendo dias difíceis .

A Grande rede do bem

Antes de mais nada, a pandemia obrigou o mundo a se reinventar e as Lives foram e são o sustentos para os trabalhadores da arte. Em suma, a adversidade evidenciou a importância dos produtores culturais e agregou valores imensuráveis às carreiras destes profissionais, bem como, despertou novos talentos nesta área. Alegria e esperança, sem dúvida, dois dos frutos desta grande rede, os shows virtuais são alento e entretenimento paras milhões de pessoas pelo o mundo.

De antemão, a nossa gratidão a estas e estes profissionais que tornaram, possíveis, alguns dos nossos trabalhos: Suellen Garcez – que ainda tem me ensinado ócios do ofício , Zé da Lua, Luana Oliveira e Telma Queiroz.

Por fim, chegamos a conclusão de que o que é bom e bem feito é resultado dos esforços de muitos. Desta forma, ao reconhecer que esta premissa é uma verdade absoluta… ao invés de apontar nossas diferenças, passamos a identificar nossas semelhanças, assim, estaremos caminhando para dias melhores. Portanto, fica como dica, a música: A grande rede do bem de Cacá Lopes. Ouçam, reflitam e compartilhe… junte-se a nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *