O espetáculo Cantoria DiVersos – respirando arte

De volta às atividades artística presencias

De volta às atividades artística presencias. Após mais de um ano se reinventando, fazendo arte virtualmente Cacá Lopes e Costa Senna estão de volta com o espetáculo Cantoria DiVersos – respirando arte.

Os artistas

Desta forma, os poetas assumiram essa empreitada apresentado músicas e cordéis autorais como um ato de resistência, visto que, a classe artística foi uma das primeiras a parar suas atividades e está sendo uma das últimas a retomar seus ofícios.

Cacá Lopes pernambucano de Araripina é cantor, compositor, violonista, cordelista, educador popular e licenciado em letras. O artista é radicado em São Paulo desde 1985 e já conta com mais de 30 anos que profissão, sendo fomentador de duas expressões culturais que são referências em sua arte: o cordel e o forró. Como cidadão, tem sido representatividade expressiva em prol da inclusão de pessoas com deficiências nos espaços culturais. Aos dois anos de idade contraiu poliomielite (paralisia infantil) e perdeu os movimentos do braço esquerdo. Apesar da limitação e por ser apaixonado pelo violão desde criança, aprendeu a tocar o instrumento com apenas três dedos da mão direita aos oito anos de idade e hoje vive exclusivamente de sua arte. Como cantor e compositor tem nove discos lançados e várias coletâneas. Como cordelista, é autor de três dezenas de cordéis publicados, entre eles: Hino Nacional Brasileiro em Cordel, A Invasão do Estrangeirismo, Cordel do Trava Língua, Provérbios Engraçados, O Semeador de Livros, O Que é o Forró? e cordéis sobre os bairros de São Paulo. Seus livros publicados são: Cinderela em Cordel, Araripina em Cordel e Vida e Obra de Gonzagão. É um dos fundadores do SP Cordel e do Coletivo SP Forró, integra o Fórum Estadual do Forró, além de coordenar, desde 2009, o Sarau Bodega do Brasil

Instagram: @poeta_caca_lopes

Costa Senna – cantor, ator, compositor e poeta. Nasceu em Fortaleza, mas mora em São Paulo há mais três décadas. Iniciou sua vida artística a partir dos anos 80. No teatro, atuou em várias peças e no cinema atuou no curta metragem As aventuras de Raul Seixas na cidade de Thoth, de Jairo Ferreira. Foi personagem dos documentários sobre Paulo Freire: Educar para transformar e Nísia, Paulo e Josué – oficina de memória, ambos da cineasta Tânia Quaresma.

É autor de vários folhetos de cordel, entre eles: Nas Asas da Leitura, Como Nascem os Provérbios, A Arapuca Feminista, Cante Lá e Cante Cá, Criança que Bicho é Este?, Raul Seixas entre Deus e o Diabo e Paulo Freire (com trechos traduzidos), além dos livros: O Raulseixismo, Cartas no Cordel, O Rabo da Raposa, Viagem ao Centro da Terra (em cordel), O Doido, Meu milhão de Amigos, É outra História, O Lobisomem da Avenida São João, Caminhos Diversos – sob os signos do cordel e Cordéis que Educam e Transformam. Gravou os CD’s: Moço das Estrelas, Costa Senna em Cena, Fábrica de Unir Versos, Cante Este Refrão Por Aí e A Palavra Despida.

É curador do Sarau Bodega do Brasil e o representou na 40ª Feira Internacional do Livro de Buenos Aires, em maio de 2014. Segundo o saudoso pesquisador Gilmar de Carvalho, Costa Senna: “Trata-se de um Show-Man-Popular com toda carga que esta expressão traz embutida”.

Instagram: @sennacosta

O espetáculo

O espetáculo será apresentado nas praças e entorno de seis Bibliotecas Municipais da Zona Leste de São Paulo. Confira a agenda de apresentações do Cantoria DiVersos:

O evento de abertura foi na Biblioteca Vicente de Carvalho – Conjunto José Bonifácio – Itaquera- Quarta, 07 de julho – 12hs;

A segunda Biblioteca Jamil Almansur Haddad – Lajeado – Sábado, 10 de julho – 12hs;

Terceira Biblioteca Milton Santos – Itaquera – Quarta-Feira, 14 de julho – 12hs;

Quarta Biblioteca Vinícius de Moraes – Conj José Bonifácio – Sábado, 17 de julho – 12hs;

Quinta Biblioteca Jovina Rocha Alvares Pessoa – Arthur Alvim- Quarta-Feira, 21 de julho – 12hs;

E por fim a sexta Biblioteca Vicente Paulo Guimaráes – Vila Curuçá – Sábado, 24 de julho – 12hs.

Público alvo: Livre

Produção Cultural: @elielma.carvalho

Realização: Secretaria Municipal de Cultura – São Paulo – SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *